3 de out de 2012

Precisamos Falar Sobre Kevin (We Need To Talk About Kevin, 2011)

   We Need To Talk About Kevin estava há bastante tempo na minha lista. Eu nunca tratei dele como uma prioridade, eu pretendia assistir o filme sem compromisso e assim fiz. 
   Dirigido por Lynne Ramsay e roteirizado pela mesma, We Need To Talk About Kevin gira em torno de Eva e seus problemas familiares com o filho. Eva está tentando reconstruir sua vida na cidade, ela tem que aguentar o desprezo das pessoas por um fato que aconteceu há muito tempo atrás.
   A narrativa do filme é a básica de passado e futuro, essa narrativa pode confundir em muitos momentos, mas tudo se encaixa no tempo que deve se encaixar.
   Eu nunca tinha visto um filme dessa diretora, mas eu gostei do envolvimento dela com a trama uma vez que ela dirige e participa na produção do roteiro do filme. Os filmes dela são muito bem elogiados pelo público, eu pude ver a razão disso, ela manda bem na parte visual do filme que é uma coisa muito boa.
   We Need To Talk About Kevin é toda uma mistura de sentimentos, ele é um filme que te deixa perplexo, triste, revoltado e muito confuso.
   Precisamos Falar Sobre Kevin é um filme chocante, ele mostra muito bem o desprezo de uma mãe sobre um filho criminoso. A questão é que pode ser um dos motivos de Kevin, ele não tinha o amor da mãe, mas nunca sentiu remorso e nem tentou percorrer.
   Kevin é um rebelde sem causa. Eu acho que você vai odiar ele no mesmo tanto que eu odiei, ele não tinha razão para fazer as coisas que fez. Eu sei, todos nós temos um lado ruim, mas esse personagem foi assim o filme todo e nem quando ele é criança, não dá pra gostar dele e muito menos entender.
   Eu fiquei com muita dó da Eva, ela foi a que mais sofreu nisso tudo. Eu achei muito interessante esse filme por mostrar o lado dela, ela também sofreu muito pela atitude do filho, não bastava criar um menino mimado pela vida inteira, ela teve que sair culpada pelas coisas que o filho fez.
   As atuações são maravilhosas, valor ao roteiro que aproveitou muito bem de certas características e ainda mais da protagonista.
   Tilda Swinton é incrível, ela consegue demonstrar emoções de uma maneira tão sútil. Eu sofri junto com a personagem, ela retratava bem uma real mulher sofredora. 
   Eu gostei muito do filme, mas sempre tem seus poréns. Eu nunca li o livro e não sei se tem uma explicação mais detalhada, mas eu achei que o filme faltou isso. Kevin não poderia ter feito o que fez do nada, ele tinha que ter um motivo e mesmo que fosse o motivo mais fútil, eu aceitaria. Eu fico pensando se estragou a experiência, eu sei que ele teve sim o motivo, mas poderia ser um pouco mais óbvio, não são todos que compreendem as razões de Kevin. Eu mudo de ideia nessa parte, pois se ficasse mais detalhado poderia estragar o filme, não é uma coisa desvendada, você tem que desvendar.
   A fotografia e a montagem é ótima, eu adorei mesmo o trabalho dessa diretora, ela consegue montar todo um plano onde tudo é tão realista. 
   Precisamos Falar Sobre Kevin concorreu a Palma de Ouro de Melhor Direção em Cannes. Eu realmente acho justo. A Lynne Ramsay mandou muito bem com esse filme.
   Eu recomendo, mas tenho que dizer que não é um filme para todos. We Need To Talk About Kevin é o tipo de filme que você gosta ou não gosta, eu gostei e provavelmente a maioria vai gostar, pois é um grande filme.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

(: