2 de jan de 2013

Frankenweenie (2012)

   Quem me conhece sabe que eu sou apaixonada pelo cinema Burton, apaixonada sim, muito apaixonada, mas nunca alienada ao ponto de gostar de todos os filmes que ele faz. Eu confesso que dos anos pra cá o Tim pisou na bola comigo fazendo filmes comerciais só para agradar o povão, como foram os dois últimos filmes dele, Alice No País Das Maravilhas e Sombras da Noite. Frankenweenie foi um filme que passa longe de ser comercial, até a mensagem do filme é tudo aquilo que eu diria para o Tim se o encontrasse na rua: Nada dá certo se não for feito de coração.
   Para quem não sabe Frankenweenie foi baseado em um excelente curta do próprio Burton lançado em 1984 e conta e estória de um menino chamado Victor que acidentalmente perde seu cachorro e decide pelo seu amor à ciência e ao cachorro ressuscitá-lo. Bonitinho, não é? No filme além do menino e do cachorro existem mais personagens importantes, como os amigos competitivos de Victor que acabam causando a maior confusão só para venceram a feira de ciências da escola.
   Como o curta o filme também não é muito longo. Eu vi que várias pessoas reclamaram, mas eu como fã fiquei satisfeita, quando a duração é grande demais sempre há aquele risco de enrolação, coisa que não teve no filme. 
   Eu adorei a tonalidade do filme, adoro filmes atuais em preto e branco, sempre tem aquele charme a mais. O Tim já arriscou um em preto e branco, Ed Wood, que para mim foi um dos melhores filmes do Burton. A técnica também foi outra coisa que o Tim já usa há bastante tempo, desde seu primeiro curta Vincent até A Noiva Cadáver e agora Frankenweenie.
   Os personagens desse filme são ótimos, eu adorei todos eles, personagens bizarros, diferentes e alguns até típicos de Burton, como o tio rabugento da Elsa. As dublagens também são ótimas feitas por atores profissionais e até conhecidos nesse mundo burtoniano, como Winona Rynder, Catherine O'Hara e Martin Landau interpretando um professor que é a própria caricatura do ator.
   No filme também há muitas referências a filmes antigos, principalmente a Frankenstein e sua criadora Mary Shelley, além disso também há referências aos Gremlins, A Múmia e ao Godzilla.
   Eu recomendo esse filme para qualquer pessoa, apesar de ser macabro é tão fofo e original. Tim Burton pelo jeito realmente ressuscitou com esse filme, I love it Mr. Burton! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

(: