30 de jun de 2013

Agneepath (2012)

Título Original: Agneepath
Gênero: Drama
Ano de Lançamento: 2012
País de Origem: Índia
Direção: Karan Malhotra
Sinopse: A família do menino Vijay Chauhan foi destruída pela ganância de Kancha Cheena. Após deixarem a aldeia de Mandwa, o garoto nunca mais esquece o que lhe foi feito. 15 anos depois, o já adulto Vijay planeja usar o poder do império do mafioso Rauf Lala para vingar sua família.
Remake de um filme de mesmo nome de 1990.


   Após uma fase crítica de bloqueio criativo, eu estou de volta para comentar um filme incrível que acabei de assistir.
   Eu coloquei Agneepath na minha lista por causa do Hrithik Roshan. Bem, eu não sou uma dessas pessoas que assiste a um filme por causa do ator, mas como eu ainda estou me aprofundando no cinema indiano, achei melhor assistir um filme comum atores que eu admiro. Aliás, esse foi o meu sexto filme com o Hrithik no elenco e eu só posso dizer que estou muito feliz, porque é sempre um prazer vê-lo atuar.

   Enfim, eu não sei o que me deu para assistir esse filme hoje, mas eu acredito que tenha sido o destino. Eu segui o meu destino e isso me estimulou. Agneepath foi como um estímulo, pois há muito tempo eu não tenho uma experiência tão incrível ao ponto de estar realmente animada para indicar o filme para todas as pessoas do mundo.
   Eu tenho certa paixão por filmes sobre vingança. Depois de filmes como Oldboy e I Saw The Devil, eu fiquei cada vez mais encantada em ver filmes onde vinganças são bem realizadas. Bem, eu ainda vou chegar nesse ponto.
   Acho que vocês podem perceber que quando eu faço uma resenha, eu não sei por onde começar. No caso de Agneepath, eu começo pelo final, a indicação. Não leia essa resenha agora. Assista ao filme primeiro e depois leia o que eu vou escrever. Não, não é por causa dos spoilers. É que você não pode perder mais nenhum momento da sua vida sem ter assistido esse filme.
   Ok, agora eu vou começar a resenha falando sobre o Hrithik, claro! Eu fiquei o filme todo  tentando me concentrar na atuação e não nos músculos torneados e nos olhos cor de mel do Hrithik, ui! Sorry, eu vou falar sério sobre a atuação dele agora. É o Hrithik, cara, ele é fantástico. A cada filme com ele que eu assisto, eu só admiro mais. E por quê? Porque quando eu assisto a um filme com ele, apesar de saber que aquele é o Hrithik Roshan, ele sempre me passa uma imagem completamente diferente dele mesmo.
   Mas não é só o Hrithik que dá um show. A diva, que eu não achava tão diva antes do filme começar, Priyanka Chopra, também reinou o filme inteiro. Gente, como eu não tinha percebido a divindade dessa moça ainda? Além de ser linda, é bastante talentosa.
   E por último, mas não menos importante, Sanjay Dutt, o ator que interpretou o vilão badass, Kancha. Eu não preciso dizer nada, né? Todo o meu amor pelo personagem filho da p* que ele interpretou lindamente. Bem, eu vou falar dele mais para frente.
   Como vocês podem ver o filme não perde nada em atuação, mas também é muito bom em outros aspectos, inclusive no roteiro. A estória do filme é bem simples, mas é muito bem trabalhada. São 3h de filme que não entediam. O trabalho com a edição de som é impecável, a trilha sonora se encaixa em cada momento e nós ficamos cada vez mais tensos com o que é mostrado na tela em contraste com aquilo que ouvimos.
   Os personagens também são muito bem escritos e nessas 3h nós ficamos em conexão direta em cada um deles, principalmente com Vijay. O que eu mais gostei no personagem foi o fato de terem explorado a solidão dele durante aqueles 15 anos sem a mãe e a irmã. É impossível não se emocionar.
   E o vilão, Kancha, só me fez odiar e torcer pela sua morte. Mas, cara, eu fiquei muito feliz com esse vilão. Vocês sabem que eu odeio aquele tipo de vilão mais ou menos que só colocam no meio para o protagonista ter algum tipo de objetivo. Kancha foi um vilão badass, malvado, asqueroso, odioso e colocou medo. O ator Sanjay Dutt sem dúvidas fez um trabalho incrível!
   As cenas do filme são memoráveis, eu acredito que cada momento tenha sido importante para a construção da estória e dos personagens. Eu confesso que até derrubei algumas lágrimas. O filme é um misto de emoções. Eu não sabia se estava triste ou alegre, mas eu estava ansiosa e cheia de expectativas para o que iria acontecer. Mas de todas as cenas, a minha favorita foi essa:
   Enfim, o filme pode ser encontrado para download no blog Filmes da Índia. Assista e não se arrependerá, eu garanto.


Nota de 1,0 a 5,0 em estrelas:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

(: